A importância da relação cliente e advogado

Muitos são os desafios do profissional área do Direito, dentre eles, entender e colocar em prática a gestão da advocacia para que se possa dar consistência ao trabalho elaborado, destaque entre os concorrentes, resultados em qualidade de atendimento e confiança dos clientes.


Muitos advogados cada vez mais tornam-se empreendedores e gestores de seu próprio negócio, mas para que tal passo seja bem sucedido é preciso que as atividades internas sejam bem estruturadas e focadas nas necessidades do mercado, que nos dias de hoje está cada vez mais voltado para o atendimento ao cliente.


A realização dessas diretrizes traz como resposta o aumento da produtividade e o retorno esperado pela administração do escritório de advocacia, avaliando seus processos de forma sistêmica, para atingir seu ponto de equilíbrio.


O contato com o cliente deve ser realizado da melhor forma possível, seja presencialmente e/ou por meios tecnológicos, sendo que, este último, atualmente tem sido essencial por estarmos atravessando o período de pandemia, ocasionada pelo covid-19, fazendo com o que a troca de informações entre advogado e cliente seja sempre precisa e eficaz em todos os aspectos.


Engana-se quem não cuida da relação cliente e advogado, afinal, “Um cliente insatisfeito custa o lucro de cinco clientes satisfeitos." Jadish Sheth.


Vivemos uma geração impaciente, onde os nossos problemas sempre são urgentes, e manter a transparência em ambos os lados é crucial para que os objetivos sejam alcançados.


Portanto, para gerar o verdadeiro relacionamento com os clientes é necessário construir pontes de informações, transparência, dedicação e estudos, para que assim todos objetivos e satisfação sejam alcançados.


Brunella Martins Administradora do escritório Martins Dadalto – Direito Médico